SouBH Notícias

Moradora de BH denuncia assédio em voo da Avianca; empresa ainda analisa o fato

Passageiro trocou de lugar no início da viagem e começou a se masturbar ao lado da jovem

Redação Sou BH - 12/03/18 as 18:55 - Atualizado em 12/03/18 as 19:57

assédio
Foto: Reprodução/Facebook Avianca Brasil

Por Camila Saraiva

Um caso de assédio sexual envolvendo uma moradora de Belo Horizonte dentro de um avião tomou as redes sociais nesta segunda-feira (12). Uma cabeleireira de 21 anos foi constrangida, durante voo da Avianca realizado no último domingo (11) entre a capital mineira e São Paulo, por um homem que sentou-se ao seu lado com comportamento obsceno. As imagens gravadas pela vítima mostram o passageiro se masturbando - a empresa aérea ainda não definiu qual ação adotará.

Segundo Vitória Antunes, assim que as portas foram fechadas, o homem, aparentemente com cerca de 50 anos, trocou de lugar e se sentou mais à frente de onde estava, ficando ao lado da cabeleireira. “Ele estava inquieto, reclinou a cadeira e fechou os olhos. Ele mexia demais e inicialmente achei que estava se coçando, mas com a repetição isso me incomodou muito. Foi quando pensei que se ninguém visse aquilo ninguém poderia me ajudar. Na hora que ele colocou as duas mãos e gemeu foi quando comecei a filmar e falei diretamente que ele não estava na casa dele”, detalhou Vitória ao SouBH.

No momento, registrado em vídeo, em que Vitória aciona o comissário mais próximo e pede que tirem o homem de perto dela, o funcionário da empresa pega a mala da jovem e informa que vai trocar o assento dela. “Eu me recusei, paguei por aquele lugar e quem deveria sair era ele e não eu. O homem foi tratado com muito mais educação do que eu. Ainda em prantos e chorando, ninguém perguntou se eu precisava de algo. O comissário olhou nos meus olhos e não fez nada. Nesse momento, o homem voltou ao seu assento na parte de trás do avião”, continuou a jovem.

Vitória ainda contou que, quando o avião pousou em São Paulo, ela esperou o homem sair do banheiro para confrontá-lo, mas que ele não se aproximou e foi conversar com o comissário que tinha oferecido para ela trocar de lugar. “Nessa hora eu fiz outro vídeo questionando o cara e o comissário veio direto a mim dizendo que estava tudo bem, que já estávamos desembarcando. Nem o comandante quis me apoiar e disse que não podia fazer nada. A hora em que senti mais raiva foi quando o piloto assistiu ao vídeo e olhou com muito desprezo”, finaliza a cabeleireira.


Avianca

Procurada pela reportagem, a empresa afirma ainda estar apurando o fato antes de tomar providências e que reprova qualquer comportamento inadequado de passageiros nos seus voos.

Vitória afirma que muitos comentários em sua defesa na página do Instagram da Avianca já foram delatados e que ela ainda não obteve nenhum retorno, além da confirmação por e-mail do registro do protocolo aberto por ela junto à equipe de supervisão em solo da empresa.

A publicação no Facebook com os vídeos registrados durante o voo foi denunciada por pornografia e retirada do ar no fim da tarde desta segunda-feira (12).

Defesa

A jovem paulista, que sempre morou em BH, afirma que ainda vai registrar Boletim de Ocorrência e tomar as medidas cabíveis diante do assédio e da falta de assistência da empresa. Ela conta que já recebeu muitas mensagens de apoio e de oferta de ajuda com advogados sem custos.

Veja a publicação na íntegra:

Quem me acompanha no Instagram já sabe do rolou e da repercussão que isso ta tomando, mas os stories já saíram do ar (continuam nos meus destaques) e muita gente continua me pedindo pra publicar em outro lugar pra poderem compartilhar. Cheguei em SP ontem e to num ap sem wifi, então ta mt difícil de postar exatamente o que eu queria e responder a todas as mensagens (é tanta gente que meu cel ta travando o tempo todo). Pra resumir a historia, peguei um voo da AVIANCA, de BH para SP ontem as 6:30 da manhã, eu tinha a fileira toda pra mim mas quando as portas se fecharam um cara saiu do lugar dele, se sentou do meu lado e começou a se masturbar por cima da calça.. como eu sabia que ninguém acreditaria se eu só gritasse, comecei a filmar, chamei a atenção dele e dos tripulantes (inclusive do piloto!!!!!!), mas ninguém se mexeu pra me ajudar.. queriam que EU trocasse de lugar (me recusei, pois quem estava errado era claramente ele e não eu), e disseram que como não viram oq houve, não poderiam me ajudar. Falei pra todos que havia filmado e se recusaram a assistir e a tomar qualquer providencia.. quando pousamos, inclusive, o homem até fez amizade com os comissários e estavam conversando como se ele não tivesse feito nada de errado. Fiz uma reclamação formal na empresa e eles tem 5 dias pra entrar em contato comigo. Muita gente me perguntou se já fiz o BO, não consegui fazer ontem mas pretendo fazer hoje! 
Vou postar aqui os videos que postei no Instagram pra explicar melhor a historia, e se alguém quiser mais detalhes podem me chamar que explico direitinho!

Veja a nota da Avianca:

A Avianca Brasil esclarece que, em relação a ocorrência no voo 6145 CNF-GRU, está investigando internamente o ocorrido e tomará as medidas cabíveis.

A companhia reforça que repudia veementemente todo tipo de comportamento inadequado de qualquer indivíduo que voe com a empresa.

Outras Matérias