Matérias

Vai viajar de avião? Veja algumas regras e dicas para não ter nenhuma surpresa no embarque

Separar a documentação com antecedência e estar a atento ao limite de bagagem são essenciais

Redação Sou BH - 23/08/18 as 08:30 - Atualizado em 22/08/18 as 20:54

embarque aeroporto
Foto: Divulgação/BH Airport

Viajar pode ser sinônimo de diversão, férias e muitas vezes trabalho. O que ninguém quer é deixar de embarcar por esquecer algum documento em casa ou não estar de acordo com a politica de bagagens.

Para te ajudar com esse checklist antes do voo, o Sou BH e a BH Airport listaram algumas dicas e regras para ninguém perder viagem! Confira!

DOCUMENTAÇÃO

Atenção, a carteira de estudante não é um comprovante de identificação, por isso, não é aceita para o embarque.

Em caso de furto, roubo ou extravio de documento, o Boletim de Ocorrência pode ser usado apenas em voos domésticos.

Documentos válidos:   

- Documento oficial válido com foto: Carteira de Identidade (RG), Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), Carteira de Órgão ou Conselho de Classe (OAB, CRM, CRP, etc.), Certificado Militar, Carteira Nacional de Habilitação (CNH) com foto, Passaporte, Carteiras expedidas por órgão público que por Lei Federal valem como identidade;

- Crianças menores de 12 anos também podem usar certidão de nascimento (original ou cópia autenticada).

Para viagens internacionais, menores de idade só embarcam acompanhados de um dos responsáveis e precisam da autorização do responsável que estiver ausente, reconhecida em cartório.  

“Este é o caso mais recorrente no aeroporto. Todo dia alguma criança deixa de embarcar pois está acompanhada apenas de um dos pais e não tem a autorização do outro”, afirma o chefe da Delegacia de Imigração (DELEMIG), Cristiano Costa Silva.

Existem orientações que variam de acordo com a faixa etária, a nacionalidade do passageiro e o tipo de voo. Veja quais são os documentos exigidos em cada caso.

Validade mínima do passaporte:

Para voos internacionais, não se esqueça de verificar as exigências do país de destino, como validade mínima do passaporte, visto de entrada ou trânsito, certificado de vacinação, dentre outras.

Nos EUA, por exemplo, para viajantes brasileiros, é necessário que o passaporte esteja válido durante o período de permanência. Já para entrar na Espanha, o passaporte do viajante deverá ter, no mínimo, três meses de duração, depois da data da partida do território europeu.

Algumas companhias aéreas podem impedir o embarque do passageiro que esteja com o passaporte fora do prazo de validade exigido pelo país de destino.

Dados pessoais

Outro ponto de atenção antes de embarcar é o preenchimento correto dos dados pessoais. Para voos domésticos, o passageiro pode corrigir algum erro no bilhete, antes de fazer o check-in, sem pagar nada por isso. Em viagens internacionais você pode ser cobrado pela correção.

BAGAGEM

O primeiro passo para não ter problemas com a bagagem em viagens de avião é estar atento na hora de comprar a passagem. Quem solicita o serviço no momento de adquirir o tíquete paga mais barato do que quem resolve despachar a bagagem extra na hora do check-in.

O que pode:

- Bagagem de mão: é garantido ao cliente 10 kg gratuitos, mas, atenção, cada empresa aérea tem regras próprias quanto a dimensões e volumes.

- Comida de bebê: é permitida apenas a quantidade que será consumida durante o voo e ela deve ser apresentada na inspeção de raio-x.

- Remédios: só podem ser transportados mediante a apresentação da receita médica na inspeção de raio-x.

- Cadeirinha de bebê (até dois anos): é permitido desde que ela caiba no assento do avião e seja certificada para uso aeronáutico. Nesse caso, como a criança não será transportada no colo, é necessário comprar um assento (passagem aérea) para o bebê.

O que é proibido despachar:

- Substâncias explosivas, inflamáveis ou tóxicas.

- Na bagagem de mão não é permitido levar objetos cortantes ou perfurantes, assim como canivetes e tesouras de unha, entre outros; 

- Em voos internacionais, recipientes com gel e pastas devem ser levados em embalagem transparente de até um litro e com dimensão máxima de 20 cm x 20 cm. Produtos líquidos não podem superar 100 ml e também têm que estar dentro de plásticos com vedação (tipo Ziploc).

E lembre-se: em caso de dúvidas, consulte a companhia aérea com antecedência.

Outras Matérias