Matérias

Inclusão! Conheça espaços culturais de BH acessíveis para pessoas com deficiência

Além de adaptações físicas, muitos locais listados também oferecem conteúdo inclusivo

Redação Sou BH - 21/09/18 as 12:02 - Atualizado em 24/09/18 as 18:03

deficiente visual tocando uma peça da exposição na Casa Fiat
Foto: Leo Lara/Studio Cerri

O Brasil possui 45 milhões de pessoas com deficiência. Em BH, 22,3% compõe essa estatística, um dado que não pode ser ignorado e chama atenção para a acessibilidade nos espaços da cidade.  

A Lei Brasileira de Inclusão de Pessoas com Deficiência garante a elas o direito à cultura, ao esporte, ao turismo e ao lazer. Acessibilidade não se restringe a rampas, elevadores e cadeiras reservadas. O conteúdo adaptado para cegos, surdos e outros tipos de deficientes é muito importante para a experiência do público.  

O técnico administrativo do Núcleo de Acessibilidade da UFMG, Romerito Costa Nascimento, que é deficiente visual, aponta um avanço no cenário cultural em BH na última década. “Há alguns anos não tínhamos perspectiva de frequentar esses espaços, mas ainda enfrentamos graves problemas. Precisamos conscientizar os agentes públicos sobre a importância da acessibilidade na cidade e ter investimentos nessa área”.  

Você sabe quais museus, teatros e espaços culturais estão preparados para receber deficientes na capital?

Confira espaços culturais com estrutura e conteúdos inclusivos em BH que o Sou BH e BH Airport listaram:

Cine Theatro Brasil
Todos os espetáculos próprios contam com, pelo menos, uma sessão em libras e audiodescrição e as exposições têm informações em braile.  No quesito estrutura, o teatro oferece assentos demarcados, elevadores com leitura em Braile, poltronas adaptadas, banheiros acessíveis e sinalização.

Espaço do Conhecimento UFMG  
A programação conta com o “Sábado com Libras”, projeto que reúne estudantes ou fluentes na Língua Brasileira de Sinais (Libras); sessões mensais de observação noturna para deficientes auditivos e oficinas mensais em Libras. O museu também disponibiliza um tablet com conteúdo em Libras para guiar o visitante pelas exposições. Na parte estrutural, o local tem rampas de acesso e piso tátil na entrada, elevadores com botões em Braile, piso tátil de alerta, banheiros acessíveis e cadeira de roda comum para empréstimo.  

Museu dos Brinquedos    
Depois da reforma do espaço, os serviços de audioguia e Braile foram incluídos e começam a funcionar no dia 12 de outubro. O projeto inclui áreas de circulação para cadeira de rodas, descrição do acervo com legendas em fontes maiores, tradução dos brinquedos em Libras e audioguias. Além disso, o museu oferece totens com brinquedos para toque e mala sensorial. Já para grupos previamente agendados, haverá visita guiada em Libras e ações adaptadas, como oficinas, brincadeiras e jogos inclusivos, pensadas especialmente para cada público.

CCBB-BH
O espaço oferece visitas educativas agendadas com tradução em Libras, toda sexta, às 14h30. Aos domingos, às 15h, acontece o Librário, um jogo pedagógico que contribui para o aprendizado de linguagem de Libras e promove a inclusão dos surdos. As visitas mediadas são realizadas às quintas, às 19h30, e domingos às 17h. 

Km de Vantagens
A estrutura física segue as leis e normas da cidade. No estacionamento existem quatro vagas reservadas para pessoas com deficiência. A Arena e o Teatro Dom Silvério, também possuem áreas específicas reservadas.

Memorial Minas Gerais Vale
A recepção é apta para o atendimento em Libras e as salas têm um acervo em áudio relacionado às exposições e um guia multimídia em Português, Inglês e Espanhol. A Visita Virtual pode ser acessada pelo site do Memorial em Libras. O local oferece cadeiras de rodas para empréstimo, e conta com elevador, corredores largos, banheiros adaptados e bebedouros adequados.

Museu de Artes e Ofícios 
Dispõe de rampas, elevadores e plataformas elevatórias, banheiros e bebedouros adaptados. Na parte de conteúdo, o espaço oferece a maquete do Museu e peças do acervo para toque, etiquetas informativas, folder de visitação em Braile e monitoria especializada para pessoas com deficiências auditivas e visuais.

Museu das Minas e do Metal   
O prédio possui uma vaga de estacionamento especial, um elevador panorâmico e os banheiros são adaptados para cadeirantes. O museu conta com uma maquete sensorial da Praça da Liberdade. A atividade Circuito Acessível Pedras Sabidas permite tocar os minerais em exposição e acessar vídeos com imagens ampliadas desses elementos, áudios, textos e material traduzido em Libras.

Palácio das Artes   
o Grande Teatro, a sala Juvenal Dias, o teatro João Ceschiatti e o Cine Humberto Mauro contam com cadeiras reservadas para pessoas com mobilidade reduzida e cadeirantes. Todos os espaços possuem rampas de acesso. O Cine Humberto Mauro realiza exibições que contém tradução simultânea para a Linguagem Brasileira de Sinais (Libras) e audiodescrição.

Centro Cultural Minas Tênis Clube 
No Teatro do Centro Cultural Minas Tênis Clube, existem assentos para cadeirantes, rampa de acesso e elevador para deficientes. Também existem elevadores para acesso à Galeria, ao Centro de Memória e ao Café. No estacionamento há vagas para deficiente com rampa de acesso, elevador e piso tátil.

Casa Fiat de Cultura
Algumas obras são rebaixadas na parede e os espaços entre as obras são arquitetados para facilitar o acesso dos cadeirantes. As exposições contam com material visual em tablets e descrição em audioguia, em aparelhos mp3. O espaço conta com material tátil e a mediação em Libras. O painel “Civilização Mineira”, de Candido Portinari – foi transformado em peças multissensoriais para serem tocadas pelo público. Já as atividades do Ateliê Aberto contam com desenho cego e pintura acessível, desenvolvida a partir da texturização de tintas e materiais que permitam a identificação das cores.

Espaços geridos pela Fundação Municipal de Cultura

Casa do Baile
Museu Histórico Abílio Barreto
Museu da Moda
Museu da Imagem e do Som
Teatros Francisco Nunes
Teatro Marília
Centro de Referência da Juventude

Todos os locais têm estrutura física adaptada e alguns oferecem materiais sensoriais, que podem ser consultados pelos usuários. As ações (visitas táteis, olfativas e sonoras, por exemplo) são realizadas por temporada.

Outras Matérias